Folha do Comércio

Destaques:
Você está aqui: Vale do Aço Coronel Fabriciano Estagiários da UTI terminam estudo no HMU

Estagiários da UTI terminam estudo no HMU

Os primeiros estagiários do Hospital Metropolitano Unimed terminaram as aulas na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) na última semana. Os alunos do oitavo período da Faculdade de Medicina do Vale do Aço (UNIVAÇO), Otávio Silva Salles Barbosa e Ryan Costa Duarte acompanharam as rotinas da UTI por 20 dias sob a supervisão do coordenador da UTI da Unimed Vale do Aço, Dr Norberto de Sá Neto. O estágio teve duração de 120 horas.

De acordo com o médico, o período de estudo foi muito proveitoso. Foi um estágio piloto, nunca tínhamos aberto o hospital oficialmente para acadêmicos. Os alunos foram escolhidos por meio de um processo seletivo na faculdade e iniciaram o estágio. E o projeto era que eles acompanhassem a rotina da UTI e conhecessem os outros setores do hospital. E o que posso dizer é que os alunos tiveram um bom aproveitamento, discutiram os casos, participaram da nossa rotina, da corrida de leito e acompanharam todos os procedimentos realizados nos pacientes da UTI, explicou o coordenador da UTI.

 

APRENDIZADO

 

E o feedback dos alunos sobre o estágio também foi positivo. Os alunos me relataram terem ficado muito satisfeitos e acho que o grande detalhe que o hospital oferece é a diferença na rotina e no tratamento que é feito com os pacientes. Pois é diferente do que os alunos estão acostumados a vivenciar em hospitais públicos. Porque no HMU o paciente tem acesso a uma tecnologia acima da média, então eles viram como funciona esses rol de equipamentos e materiais no nosso hospital, informou Dr Noberto.

De acordo com os estudantes de medicina, desde o momento da aprovação para o estágio, eles viveram uma grande expectativa. Sem sombra de dúvidas, nossos anseios foram superados. Fomos muito bem recebidos por toda equipe do HMU, que nos acompanhou em toda nossa estadia. Nunca tínhamos tido contato com o ambiente da UTI e obtivemos experiências que sem dúvidas vamos levar por toda vida profissional, inclusive os princípios do cooperativismo, muito bem praticado na instituição. Só temos a agradecer a todos os cooperados, principalmente ao Dr. Norberto, idealizador do estágio, à equipe da UTI e aos membros do Núcleo de Desenvolvimento Humano pela organização e apoio, afirmou o aluno Ryann Costa Duarte.

 

PRÓXIMO

 

Toda a organização do estágio e o encaminhamento dos alunos foram feitos pelo Núcleo de Desenvolvimento Humano (NDH). Esse primeiro grupo faz parte de um projeto de educação médica continuada que foi implantando na UTI. Inicialmente foi focado em apenas uma área, pois queremos aprender como se faz estágio, fazer esse contato com a faculdade e com os alunos. E dando certo vamos realizar estágio também em outras áreas, afirmou o coordenador do NDH, Dr Paulo Henrique Lemos.

De acordo com Dr Norberto de Sá Neto, ainda durante o período de estágio na UTI, outros médicos o procuraram interessados em receber estagiários em outras áreas do HMU. O bloco já me procurou para saber como funciona o estágio e a oncologia também. Inclusive durante o estágio a Ana Carolina e o Dr Alfredo da oncologia me procuraram para saber como que aconteceu o processo e como é feito. Então criamos uma porta de entrada para outras áreas que estão querendo também pleitear estágios, contou.

E ainda segundo Dr Norberto, para o final do ano já está previsto mais um estágio na UTI. A partir de agora vai abrir uma brecha para no final do ano fazermos um estágio com um período maior e já estamos pensando em um estágio multidisciplinar, com estudantes de medicina, fisioterapia, enfermagem e psicologia. Todas essas as áreas na UTI para discutirmos também, porque na verdade o que queremos é formar uma estrutura para receber esses alunos, sempre pensando na educação e no que podemos fazer de melhor para esses acadêmicos, concluiu o coordenador da UTI.