Folha do Comércio

Destaques:
Você está aqui: Brasil Política 'Sei que tô lascado, todo dia tem um processo', diz Lula

'Sei que tô lascado, todo dia tem um processo', diz Lula

- Ex-presidente disse, ainda, que o juiz federal Sergio Moro lhe deve um pedido de desculpa -

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva admitiu estar em situação complicada na Justiça em discurso feito na segunda-feira,09, no evento Seminário de Educação Pública, em Brasília.O petista disse, ainda, que não quer absolvição, mas um pedido de desculpas do juiz Sergio Moro, que o condenou a nove anos de prisão pelo caso do triplex do Guarujá.

"Eu sei que eu tô lascado, todo dia tem um processo. Eu não quero nem que o Moro me absolva, eu só quero que ele peça desculpa. Eles estão mexendo com uma pessoa que tem como legado respeitar as pessoas, eu sempre respeitei os de baixo e os de cima. Agora, não tenho medo, e não posso aceitar as mentiras que a Polícia Federal contou a meu respeito, não posso aceitar as mentiras que o Ministério Público contou e não posso aceitar o juiz Moro ter aceito as mentiras e ter feito o julgamento que fez", disse Lula, de acordo com o jornal Extra.

O petista foi aplaudido quando afirmou que não podem impedi-lo de ser candidato. Para Lula, não adianta barrarem sua candidatura a mais um mandato à frente do Palácio do Planalto, pois ele continua tendo influência para escolher um sucessor.

"O objetivo é não deixar o Lula ser candidato? Eu não acho que o Brasil deveria sofrer por conta disso, eu não acho que eles deveriam levar 210 milhões de pessoas a sofrer, a voltar o desemprego só para prejudicar o Lula. Eles acham, e estão fazendo todo santo dia com a certeza de que nós vamos desistir da disputa. O problema deles não é o Lula, porque o Lula é feito de carne e osso e desaparece a qualquer momento. O problema deles é que neste país tem milhões e milhões de jovens, de adultos, de velhos como eu, de crianças que já aprenderam a ter consciência política. Então se eles acham que me tirando da disputa está resolvido o problema deles, façam, e vamos ver o que acontece neste país. Eles chegam a dizer: ah, se o Lula não for candidato, ele não vai ter força como cabo eleitoral. Testem", questionou.