Folha do Comércio

Destaques:
Você está aqui: Minas Gerais Governo

Governo

Jovens que desejam retornar à escola em 2018 têm até o dia 25/11 para se inscrever

- Ação faz parte da Campanha VEM, promovida desde 2015 pelo Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Educação -

Jovens que por algum motivo abandonaram a escola antes de concluir os estudos e desejam retornar em 2018 devem ficar atentos ao chamamento realizado pela Secretaria de Estado de Educação (SEE). Até o dia 25 de novembro (sábado), eles podem se inscrever por meio de formulário eletrônico disponível neste link, e assegurar uma vaga na rede estadual de ensino para o próximo ano letivo.

A diretora de Juventude da SEE, Priscylla Ramalho, destaca a importância dos jovens ficarem atentos ao prazo de inscrição. “A campanha vai levantar as demandas de vagas para o próximo ano, por isso, é importante que todos que têm interesse em retornar os estudos se inscrevam”, afirma.

A ação faz parte da Campanha VEM. Promovida pela SEE, ela é umas das frentes da Virada Educação Minas Gerais que foi criada com o objetivo de trazer de volta para a escola o jovem em situação de evasão. O mote da campanha deste ano é “A escola só fica completa quando você faz parte dela”.

Desde 2015, a SEE tem mobilizado esforços para sensibilizar os jovens sobre a importância de retornar aos estudos. A campanha é direcionada especialmente para as pessoas que ainda não concluíram o Ensino Médio e que desejam retornar para o ensino regular ou Educação de Jovens e Adultos (EJA), já que o Cadastramento Escolar 2018 deste ano contemplou também a EJA Ensino Fundamental.

Ao manifestar o seu interesse por meio da inscrição no site da SEE, o candidato será então encaminhado a uma unidade escolar e terá a sua vaga assegurada na rede estadual de ensino para o ano letivo de 2018.

A secretária de Estado de Educação, Macaé Evaristo, explica que a Campanha VEM faz parte de um movimento de mudança na escola, um esforço da secretaria em escutar a juventude e discutir com toda a comunidade escolar estratégias para criar uma escola mais afinada com a realidade dos estudantes.

“Estamos empenhados em ouvir a juventude e pensar ações que respondam as suas demandas para construirmos coletivamente. Realizamos rodas de conversas, pesquisas diagnósticas, encontros e diversos momentos de escuta e mobilização, que desde o início desta gestão estão pautando nossas principais ações. Podemos destacar a ampliação da nossa Política de Educação Integral e Integrada em todo o Estado, com o atendimento de mais de 150 mil estudantes, e que, a partir deste semestre, passou a contemplar também 44 escolas de ensino médio; a Educação Profissional, que hoje já conta com mais de 44 mil alunos matriculados em cursos técnicos na rede estadual; o Programa de Iniciação Científica no Ensino Médio; a criação do Programa de Convivência Democrática; a ampliação do ensino médio noturno e reorganização da Educação de Jovens e Adultos (EJA), dentre várias outras ações”, destaca a secretária.

“II Fórum Gestão Pública de Resíduos Sólidos” será realizado neste mês, na cidade de Ouro Preto

Acontece no dia 31 de outubro, das 09h às 17h, o “II Fórum Gestão Pública de Resíduos Sólidos”, no DEGEO UFOP/Campus Morro do Cruzeiro, Ouro Preto (MG). O objetivo é promover sensibilização, conscientização e mudanças de atitudes dos indivíduos para a responsabilidade compartilhada dos resíduos sólidos na construção de uma sociedade mais justa e a valorização dos catadores de material reciclável.

A programação do evento integra palestra, mesa redonda, discussões, relatos de experiências e temas como PNRS - Plano Nacional de Resíduos Sólidos, valorização do trabalho e experiência de contratação. Além disso, haverá participação especial das Associações de Catadores da Rede Cataunidos e Núcleo Estrada Real.

As inscrições podem ser feitas por meio do link: https//www.sympla.com.br/2-forum-gestão-publica-de-resíduos-solidos_205038   ou no dia do evento,  durante o credenciamento.

O Fórum é uma parceria entre a ANCAT – Associação Nacional dos Catadores e Catadoras de Materiais Recicláveis, CAUNIDOS, MNCR – Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis, NOVO CICLO, DEPRO, PROEX, UFOP.

IFMG recebe inscrições para 4,3 mil vagas gratuitas em cursos técnicos e superiores

Estão abertas, até 20 de outubro, as inscrições do Processo Seletivo do IFMG para o primeiro semestre de 2018. No total, são ofertadas 4,3 mil vagas, sendo cerca de 2,5 mil para cursos técnicos e 1,8 mil para graduação, abrangendo todos os 17 campi da instituição em Minas Gerais.

Assim como ocorreu no último processo seletivo, o ingresso nos cursos superiores se dará por meio da nota do Enem ou via Sistema de Seleção Unificado (Sisu). Para utilizar a nota do Enem, o candidato deverá ter feito o Exame em pelo menos um dos seguintes anos: 2017, 2016, 2015. Para os cursos técnicos – integrados ou subsequentes ao Ensino Médio – haverá prova objetiva, prevista para o dia 19 de novembro.

A taxa de inscrição é de R$20 – candidatos que declararem necessidade socioeconômica podem solicitar isenção. Inscrições e outras informações: www.ifmg.edu.br.

Lista de cursos oferecidos no Processo Seletivo (por campus):

Arcos

Bacharelado em Engenharia Mecânica.

Bambuí

Técnicos integrados em Agropecuária, Informática, Manutenção Automotiva, Meio Ambiente e Administração; técnico subsequente em Agropecuária; bacharelados em Administração, Zootecnia, Engenharia de Produção, Engenharia de Computação e Engenharia de Alimentos; licenciaturas em Física e Ciências Biológicas; Agronomia e Medicina Veterinária.

Betim

Técnicos integrados em Automação Industrial, Mecânica e Química; bacharelados em Engenharia de Controle e Automação e Engenharia Mecânica.

Congonhas

Técnicos integrados em Edificações, Mecânica e Mineração; técnicos subsequentes em Edificações, Mineração e Mecânica; bacharelado em Engenharia de Produção e licenciatura em Física.

Conselheiro Lafaiete

Técnicos integrados em Eletrotécnica e Mecânica; técnicos subsequentes em Eletrotécnica e Mecânica.

Formiga

Técnicos integrados em Administração, Eletrotécnica e Informática; bacharelados em Administração, Ciência da Computação e Engenharia Elétrica; tecnologia em Gestão Financeira e licenciatura em Matemática.

Governador Valadares

Técnicos integrados em Segurança do Trabalho, Edificações e Meio Ambiente; técnico subsequente em Segurança do Trabalho; bacharelados em Engenharia de Produção e Engenharia Ambiental e Sanitária; tecnologia em Gestão Ambiental.

Ipatinga

Bacharelado em Engenharia Elétrica.

Itabirito

Técnico integrado em Automação Industrial.

Ouro Branco

Técnicos integrados em Informática, Administração e Metalurgia; bacharelados em Sistema de Informação, Administração e Engenharia Metalúrgica; licenciatura em Pedagogia.

Ouro Preto

Técnicos integrados em Metalurgia, Mineração, Administração, Edificações e Automação Industrial; técnicos subsequentes em Segurança do Trabalho, Metalurgia, Mineração, Edificações e Meio Ambiente; licenciaturas em Geografia e Física; tecnologia em Gastronomia e tecnologia em Conservação e Restauro.

Piumhi

Técnico subsequente em Edificações; bacharelado em Engenharia Civil.

Ponte Nova

Técnicos integrados em Administração e Informática; técnicos subsequentes em Administração e Informática.

Ribeirão das Neves

Técnicos integrados em Administração, Eletroeletrônica e Informática; tecnologia em Processos Gerenciais e bacharelado em Administração.

Santa Luzia

Técnico integrado em Edificações; técnico subsequente em Paisagismo; bacharelados em Arquitetura e Urbanismo e Engenharia Civil; tecnologia em Design de Interiores.

Sabará

Técnicos integrados em Administração, Informática e Eletrônica; bacharelado em Sistemas de Informação, tecnologia em Logística e tecnologia em Processos Gerenciais.

São João Evangelista

Técnicos integrados em Agropecuária, Nutrição e Dietética e Informática; técnico subsequente em Agrimensura; bacharelados em Agronomia, Engenharia Florestal, Sistemas de Informação e Administração; licenciatura em Matemática.

Santuário Nossa Senhora da Piedade ganhará trem para transportar visitantes

Com investimento do Governo de Minas Gerais, projeto de mobilidade prevê estação de embarque e locomotiva com cinco vagões

O Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Turismo e em parceria com a Arquidiocese de Belo Horizonte, vai melhorar ainda mais a mobilidade e acessibilidade aos visitantes do Conjunto Cultural, Arquitetônico, Paisagístico e Natural da Serra da Piedade, em Caeté, no Território Metropolitano.

Um trem de passageiros será a novidade que peregrinos e turistas irão encontrar no Santuário Nossa Senhora da Piedade, lugar que abriga a padroeira de Minas Gerais e que recebe, em média, 500 mil visitantes por ano.

Com a finalidade de incrementar o conjunto cultural, dois Termos de Cooperação foram assinados com a Arquidiocese de Belo Horizonte, guardiã do Santuário, para aquisição de uma locomotiva e cinco vagões e para a construção de uma estação de embarque e desembarque de passageiros.

O Governo de Minas Gerais já repassou R$ 240 mil à Arquidiocese para a efetivação da primeira etapa do projeto, com a aquisição de um cavalo mecânico, pneus novos, contrapeso e cinco vagões para o transporte de peregrinos e visitantes.

A contrapartida da Mitra Arquidiocesana é de R$ 136.400,00. O termo inclui também a entrega técnica do cavalo mecânico e a sua adequação ao projeto da locomotiva, conforme ilustração acima.

Será mais uma opção para que o peregrino possa subir ao Santuário, no mesmo itinerário que é feito atualmente por carro ou a pé, só que por um meio diferenciado e contemplativo, bem conhecido pelos mineiros: o trem de passageiros.

“Sem necessidade de grandes intervenções no conjunto cultural, o projeto contribui para que todos os turistas acessem de forma mais fácil e confortável o alto da Serra da Piedade, onde estão os principais atrativos do Santuário”, afirma a superintendente de Estruturas do Turismo, da Secretaria de Estado de Turismo, Cristiane Tavares.

Frequentador assíduo do Santuário, Wendel José considera a novidade interessante por resgatar parte da tradição mineira ao permitir que turistas contemplem a natureza local pela janela de um trem. “É um atrativo que vai permitir às pessoas apreciar a paisagem sem agressões ao patrimônio natural e cultural do Santuário”, diz.

Responsável pela Paróquia São João Batista, em Santa Luzia (MG), o padre Igor Batista afirma que o trem propiciará melhor conforto às pessoas com dificuldade de locomoção. “Que maravilha será compartilhar também com as pessoas idosas e ou com algum tipo de deficiência motora o desfrutar daquela maravilhosa paisagem”, comenta.

Publicados no mês de julho, no Diário Oficial do Estado, os termos têm validade de 365 dias. A Arquidiocese de Belo Horizonte está responsável por conduzir todo o processo licitatório para a compra do cavalo mecânico, e quando autorizado e liberado o recurso, para a contratação dos serviços de construção da estação de embarque de passageiros, na área do atual estacionamento de ônibus, a Praça Antônio da Silva Bracarena.

O projeto estabelece que não será um trem sobre trilhos, mas com pneus. Será um veículo adaptado como locomotiva, que poderá transportar até 100 passageiros por viagem, distribuídos em cinco vagões. O motor da locomotiva tem potência de 310 cavalos e o cavalo mecânico conta com caixa de transmissão automática.

Esse trem de passageiros irá percorrer 2,5  km, usando a via de asfalto entre a Praça Antônio da Silva Bracarena, no estacionamento, e a Praça Dom Cabral, no alto da Serra da Piedade, onde está o Santuário. Com a novidade, os veículos de passeio deixarão de subir ao alto da montanha, o que garantirá a exclusividade dos espaços para os visitantes.

O projeto de construção da estação de embarque de passageiros está em fase final de elaboração e adequações ambientais.

Santuário de Nossa Senhora da Piedade

O Santuário Nossa Senhora da Piedade está localizado a 48 km de Belo Horizonte e a 16 km da sede do município de Caeté. Em seis anos, teve um salto no número de visitantes, passando de 30 mil para 500 mil pessoas no ano.

Cenário de riquíssima beleza natural, a 1.746 metros de altitude, em 2017 o Santuário da Padroeira de Minas Gerais completa 250 anos como um dos principais destinos de peregrinação e religiosidade de Minas Gerais. Uma programação especial foi preparada para celebrar a ocasião a partir deste fim de semana (30/9 e 1/10).

Com acesso asfaltado e toda estrutura revitalizada para acolher bem os visitantes, o conjunto cultural conta, além dos atrativos religiosos, com restaurante, lanchonete, biblioteca, estacionamento e um observatório astronômico.

A Casa dos Peregrinos Dom Silvério é um ambiente especial para a hospedagem dos peregrinos e também para momentos de oração, meditação e realização de seminários.

Além de toda estrutura física e religiosa, o Santuário Nossa Senhora da Piedade é o ponto de partida do Caminho Religioso da Estrada Real (Crer), percurso turístico que liga a Serra da Piedade ao Santuário da Padroeira do Brasil, em Aparecida (SP).

Caminho Religioso da Estrada Real

Desenvolvido pela Secretaria de Estado Turismo de Minas Gerais, em parceria com o Instituto Estrada Real e com a Arquidiocese de Belo Horizonte e inspirado no Caminho de Santiago de Compostela, o Crer se justifica a partir de um levantamento da intensidade do turismo religioso no país e nos atrativos de Minas Gerais.

O peregrino pode percorrer o caminho a pé, a cavalo, de bicicleta ou de jeep 4x4, em uma única viagem ou por etapas, conforme a sua disponibilidade. Ao todo, são 1.032 km que perpassam 38 municípios, sendo 32 em Minas Gerais e seis em São Paulo.

O lançamento oficial do Caminho Religioso aconteceu no início de setembro, no Santuário Nossa Senhora da Piedade, em Caeté. O governador Fernando Pimentel participou da atividade, que reforça as ações de promoção do turismo religioso em Minas Gerais.

No lançamento do Crer, um grupo de peregrinos deu início à rota que liga o Santuário Nossa Senhora da Piedade ao Santuário Nacional de Aparecida, em São Paulo. Neste momento, os peregrinos estão na região de Carrancas, em Minas Gerais. A previsão de chegada ao Santuário Nacional é para o dia 9 de outubro.

Dados da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) apontam que 8,1 milhões das viagens domésticas no Brasil são motivadas pela fé. Além disso, quase a metade dos brasileiros que vão a Aparecida todos os anos é de mineiros.

 

 

Fiemg na Expo Inox

- Entidade apoiará a prospecção de negócios da cadeia produtiva do aço inox -

A Federação das Indústrias do Estado de Minas –Fiemg Regional Vale do Aço estará entre os 70 expositores da Expo Inox, exposição que visa consolidar Timóteo como a capital do Inox, do dia 21 a 23/09, das 18h às 23h,  no clube Alfa, em Timóteo.

“É grande a nossa expectativa para uma feira voltada para um produto como o inox que tem ampla aplicação.  Acredito que a exposição será um condutor para o adensamento da cadeia produtiva, atração de empresas, agregação de valor ao produto e  geração de mais emprego e renda”, opina Luciano Araújo, presidente da Fiemg.

No estande da entidade, os visitantes conhecerão os produtos e serviços oferecidos pelo Sistema Fiemg, bem como o Movimento Nova 381, a Agenda de Convergência para o Desenvolvimento do Vale do Aço e a atuação da entidade na promoção e fortalecimento do associativismo.

“A Fiemg apoia e vê nessa feira uma oportunidade de geração de negócios e desenvolvimento da nossa indústria do inox e consequentemente, da região”, reforça Araújo.

Página 1 de 3