Folha do Comércio

Destaques:
Você está aqui: Vale do Aço Ipatinga

Ipatinga

TJMG apresenta Execução Fiscal Eficiente em Ipatinga

- Parceria com Associação de Municípios potencializa alcance de projeto -

10/11/2017

O programa Execução Fiscal Eficiente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) foi tema de palestra no evento “AMM nos Municípios – Encontro nas Macrorregiões”. O objetivo do projeto é aproximar municípios e entidades parceiras, capacitando os responsáveis pelas políticas públicas. A iniciativa do Judiciário mineiro foi apresentada pelo desembargador Sérgio André da Fonseca Xavier, superintendente de transportes do TJMG.

O evento, que reuniu mais de 50 prefeitos, foi organizado pela Associação Mineira de Municípios (AMM). A participação do TJMG é resultado de um convênio com a entidade, assinado em 31 de outubro. A colaboração prevê a divulgação da metodologia de redução do acervo de processos de execução fiscal sem renúncia de quantias por parte dos municípios mineiros.

Os próximos encontros serão em Catuti, na região Norte, em 17 de novembro  em Guimarânia, no Alto Paranaíba, em 1° de dezembro.

O evento contou ainda com palestras de representantes do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Minas Gerais (Cosems/MG), Ordem dos Advogados do Brasil - Seção Minas Gerais (OAB/MG), do Ministério Público do Estado de Minas Gerais (MPMG), do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais, do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Minas Gerais (CREA/MG), da Secretaria de Estado de Cidades e de Integração Regional (Secir/MG) e da Secretaria de Estado de Segurança Pública de Minas Gerais (SESP).

Execução Fiscal Eficiente

O Programa Execução Fiscal Eficiente se propõe a reduzir a entrada de novas ações de execução fiscal de baixo valor ajuizadas pela União, pelo estado e pelos municípios, procurando alternativas de cobrança menos dispendiosas para os cofres públicos, como o protesto extrajudicial, a cobrança bancária e a conciliação.

A proposta é simplificar as formas de o cidadão que deve impostos ou taxas regularizar sua situação. Em alguns casos, tanto para o cidadão quanto para o Poder Executivo, a judicialização é contraproducente, pois os processos geralmente têm tramitação morosa e custo elevado, frequentemente mais alto do que o crédito a receber.

 

PMI oferece pré-cadastro online para permissão de mototáxi e motofrete

O prefeito de Ipatinga, Sebastião Quintão, sancionou na quarta-feira,01, o Decreto nº 8.698, que regulamenta a Lei Municipal n.º 3.214, de 27 de agosto de 2013, e que reordena e regulamenta no município os serviços de transporte de passageiros dos mototaxistas, e também serviços de transporte remunerado de mercadorias em motocicletas e motonetas, o motofrete. A mudança ocorre por solicitação do Ministério Público e faz parte do programa “Pacto por Ipatinga”, lançado pelo chefe do Executivo no mês de julho.

A partir de agora, os profissionais do setor terão um novo mecanismo para facilitar e desburocratizar o pedido de licenciamento em Ipatinga. Eles poderão realizar um pré-cadastramento pela internet, via site da Prefeitura de Ipatinga (http://www.ipatinga.mg.gov.br). Basta que o interessado clique no banner de acesso e prossiga no passo a passo que permite a emissão de uma declaração de inscrição com protocolo para o credenciamento do serviço e um boleto bancário que deve ser pago nas agências bancárias credenciadas: Caixa Econômica Federal, Sicoob/Cosmipa, Banco do Brasil, Banco Mercantil do Brasil e Santander, além das casas lotéricas.

Com todos os documentos em mãos, o profissional deve em seguida se dirigir ao Departamento de Transporte e Trânsito (Detra), que fica na Suplan, no bairro Cidade Nobre, de segunda a sexta-feira, no horário de 7h ao meio dia.

Critérios

Cada interessado tem direito a apenas uma permissão, que é emitida para quem for residente em Ipatinga, seja maior de 21 anos, tenha veículo emplacado no município e moto de no mínimo 125 e no máximo 350 cilindradas.

Documentos necessários

Para realizar o licenciamento, além da declaração emitida online e o boleto pago, são necessários os seguintes documentos:

Certificado de aprovação em curso especializado, nos termos da regulamentação do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), Carteira de Habilitação na categoria A com pelo menos dois anos de experiência, título de eleitor, certidão de quitação eleitoral, título eleitoral, certificado de reservista para o sexo masculino, atestado médico de sanidade física e mental, duas fotos 3x4 coloridas e recentes, comprovante recente de residência em nome do permissionário ou do cônjuge ou contrato de locação de residência com firma reconhecida, além de certidões negativas das Varas Criminais.

Ipatinga sedia Feira do Doce Mineiro

- Evento gastronômico promete receber grande público, no bairro Cariru -

Acontece  sábado,18, em Ipatinga, a 1ª Feira do Doce Mineiro. O evento será das 14 às 20h, na praça Daniel Campos Rabelo, no bairro Cariru, onde o público poderá conferir cerca de 50 tipos de doces.

Serão apresentados doces tradicionais, artesanais e de festa, além de sobremesas, entre outras guloseimas.

Também haverá atrações culturais, com música ao vivo da banda Brasil Tropical e convidados.

Outra atração da Feira do Doce Mineiro é o momento “Cozinha ao vivo”, que acontece em dois instantes, às 17h e às 19h.

A realização é da Casa Cult e Grupo Cleyde Yáconis, em parceria da Prefeitura de Ipatinga, através da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer.

O secretário de Cultura, Esporte e Lazer do município, Carlos Oliveira, ressaltou que “a feira de doce é muito importante para fomentar a economia da região. Nós estamos nesta parceria para levar o público ao evento, que tende a ser tradicional e familiar.

Nossa secretaria tem trabalhado tanto no esporte quanto no lazer e principalmente na área cultural, para valorizar mais estes projetos que estavam adormecidos em nossa cidade, sem contar que estamos valorizando a culinária mineira”.

COZINHA AO VIVO

Num dos momentos da programação os presentes vão aprender a cozinhar o prato ‘Lombinho de Moleque’, do chef Loraidan dos Anjos, morador de Ipatinga. A receita leva lombo de porco com crosta de pé de moleque, acompanhada de purê de inhame.

Outro prato apresentado é o ‘Boi na Jabuticaba’, do chef João Salles, de Belo Horizonte. Feito com miolo de acém ao molho de jabuticaba, mais angu molinho e carambola caramelizada com vinagre de jabuticaba.

ALGUNS DOCES

São aguardadas centenas de pessoas no evento, também para degustarem doces irresistíveis, entre eles Ambrosia e Ameixa de Queijo de Araxá, Bananada de Antônio Dias, Doce de Abóbora de Poços de Caldas, Doces Cristalizados de Carmópolis de Minas, Doces de Jabuticaba de Sabará, Doce de Leite Viçosa, Goiabada de São Bartolomeu, Pé de Moleque de Piranguinho e Rocambole de Lagoa Dourada.

Seminário Mineiro de Humanização e Pastoral da Saúde em Ipatinga

A saúde é um estado de bem-estar conjunto de corpo e mente. Se há um desequilíbrio em um, o outro tende a não funcionar corretamente. Um corpo sadio sustenta um emocional sadio e vice-versa. Pensando nesses princípios, a Fundação São Francisco Xavier (FSFX), por meio da equipe multidisciplinar do Hospital Márcio Cunha (HMC), promove 33° seminário Mineiro de Humanização e Pastoral da Saúde. O intuito do evento é trazer uma série de palestras e atividades em convergência com o tema desse ano, “Cuidando da saúde física e emocional do nosso voluntário”.

Na manhã de sábado,11, a partir das 8h, no Teatro Zélia Olguin, no bairro Cariru, em Ipatinga, os voluntários se reúnem para, em vez de cuidarem de outras pessoas, tomarem algum tempo para cuidarem de si mesmos. Entre os principais temas abordados no evento, está a inteligência emocional, conceito de psicologia que utiliza o autoconhecimento, controle de emoções e automotivação em prol da estabilidade e bem-estar, na palestra “Inteligência Emocional no Trabalho Voluntário”. A programação ainda inclui explanações com profissionais da fisiologia, psicologia e ortopedia, além de uma dinâmica em grupo. Depois do almoço e das atividades programadas para a tarde, por volta das 16h45, os voluntários e colaboradores participarão de uma missa, ministrada pelo bispo emérito Dom Odilon.

“Ações como esta são indispensáveis para os voluntários da Pastoral da Saúde, como uma maneira de recompensá-los por seu altruísmo e trabalho duro em prestar assistência religiosa, independente da crença, em momentos de fragilidade física”, ressalta a supervisora de Assistência Multidisciplinar, Maria Inês Romano Teixeira.

Pastoral da Saúde

Entendendo a importância do amparo religioso em momentos de enfermidade, o grupo de voluntários da Pastoral da Saúde, com mais de 200 integrantes, doa parte do seu tempo e presta auxílio aos acamados. No dia a dia do Hospital, o trabalho dessas pessoas é visitar os internos, ouvindo-as e servindo-lhes de companhia.

“O trabalho da Pastoral da Saúde tem como objetivo levar aos pacientes e acompanhantes momentos de religiosidade, apoio e reflexão, respeitando sua crença. São pessoas, na grande maioria com muita experiência de vida, que doam parte do seu tempo para auxiliar o próximo”, destaca Bruno Nunes Ribeiro, gerente corporativo de Assistência Ambulatorial, Atenção Domiciliar e Multidisciplinaridade. Antes de participar do grupo, todos os voluntários se submetem a treinamentos com a equipe do HMC, sobretudo do Serviço Social e Controle de Infecção Hospitalar.

As atuações desses grupos são diversas. Na maternidade, por exemplo, onde mães esperam o momento ideal do nascimento do bebê, os voluntários ensinam e acompanham a preparar peças em tricô, crochê e bordado. As peças vão para o enxoval do recém-nascido. Durante o parto, as doulas, selecionadas pela experiência e perfil adequados, incentivam as mães durante o trabalho de parto. Na pediatria, acompanham atividades de leitura e pintura com as crianças. Também há grupos da Pastoral que atuam no Centro de Terapia Renal Substitutiva (CTRS), Unidade de Oncologia e Oncologia Pediátrica; e Cuidados Paliativos.

 

Escola Vilma de Faria conhece o núcleo de reabilitação do Cebus

Ipatinga - Na sexta-feira,10, os alunos e professores da Escola Municipal Vilma de Faria Silva irão conhecer o núcleo de reabilitação do Centro de Biodiversidade da Usipa. O exercício será efetuado por meio do Projeto de Visita Monitorada Zoo – PROGEA.

A escola localizada no bairro Vila Militar, em Ipatinga, visitará o Cebus com cerca de 90 alunos, sendo 45 na parte da manhã e a outra metade à tarde, que irão entender o funcionamento da reabilitação de animais realizada pelo zoo, em parceria com IEF, ARPAVA e Polícia de Meio Ambiente.

“As crianças ouvem falar muito sobre tráfico de animais, maus tratos e outros temas relacionados à fauna, e aqui terão a oportunidade de ver na prática as consequências destes crimes e de ações danosas como desmatamentos, incêndios, entre outros. É uma complementação do trabalho educativo desenvolvido pelo PROGEA”, afirma a bióloga do Cebus, Claudia Diniz.

O Projeto

A ação procura atender a uma demanda da Polícia de Meio Ambiente que desenvolve na região o PROGEA, Programa de Educação Ambiental que atende escolas do Vale do Aço. Organizadas pelos responsáveis pelo Programa, as visitas são realizadas as quintas e sextas-feiras e oferecidas de forma gratuita, sempre com acompanhamento de monitor (estagiário ou voluntário). Todas as Ações do PROGEA são custeadas com recursos advindos das transações penais encaminhados pela Promotoria de Meio Ambiente para a ARPAVA, ONG do Vale do Aço apoiadora das ações do CEBUS e PROGEA

Página 1 de 40